Newsletter fevereiro 2015

Newsletter fevereiro 2015


Notícias / Aconteceu
Curso Geral de Gestão
Conferência sobre São Paulo
Seminário Turismo 2020
Tomada de posse de Conselho de Direção
Reunião do UNIJES
«Currículos, cartas de apresentação e entrevistas»
Seminário sobre Orçamento de Estado 2015
Dia da Universidade Católica Portuguesa

 

Notícias / Vai Acontecer
Mostras pedagógicas - 5 fevereiro
Seminário Católica Porto Business School - 10 fevereiro

Seminário sobre Direito do Trabalho - 11 fevereiro
Mini MBA - 13 fevereiro
Semana de Estudos Teológicos - 23-26 fevereiro
«Como potenciar a presença nas redes sociais» - 25 fevereiro
Seminário sobre Portugal 2020 - 27 fevereiro
Docente participa em convénio litúrgico internacional
 

Notícias / Acontece
Candidaturas SOPHIA +50 anos
Candidaturas ERASMUS
Universidade distinguida como «Marca que Marca 2014»
FACes promove programa de adptação sobre sexualidade
Nova Pós-Graduação em Direito Matrimonial

Formação para professores à distância
Mestrados para Licenciados Pré-Bolonha
Pós-graduações na Faculdade de Filosofia
Pós-graduações na Faculdade de Ciências Sociais
Voluntariado Pastoral
Projeto Periscópio


Atividades de Docentes

Católica na Imprensa

Cursos

____________________________________________________________________________________________________


Notícias / Aconteceu

Curso Geral de Gestão

    O Curso Geral de Gestão foi a primeira formação a arrancar da escola de negócios da Católica Braga, desenvolvida numa parceria com a Católica Porto Business School, tendo início no dia 12 de janeiro.
    No primeiro de aulas, a turma foi acolhida na Faculdade de Ciências Sociais pelo diretor do curso, o Prof. Doutor Nuno Côrte-Real, bem como pelo Presidente da Católica Braga, Prof. Doutor João Duque.
    O Curso Geral de Gestão trata-se de um programa generalista, mas que aborda de uma forma integrada e sistémica os mais relevantes temas da Gestão. Destinando-se preferencialmente a quadros com formação superior noutras áreas do conhecimento ou, mesmo, sem formação superior, que desempenhem funções de gestão nas suas organizações, o Curso Geral de Gestão utiliza uma abordagem muito pragmática e com forte aderência à realidade do nosso tecido empresarial. Para tal, muito contribui a qualidade do corpo docente da Católica, constituído por professores que, por interagirem muito com as empresas, aplicam o que ensinam e, dessa forma, articulam muito eficazmente a teoria e a sua aplicação.
    Este curso é concebido com o objetivo primordial de proporcionar aos participantes uma perspetiva global e sistémica da Gestão das organizações, bem como a compreensão e o domínio dos principais instrumentos de apoio à tomada de decisão nas várias áreas funcionais das organizações, desenvolvendo uma visão estratégica dos negócios que lhes permita compreender melhor os fatores críticos de sucesso das organizações.
    Para mais informações consultar www.braga.ucp.pt.

[Início]


Conferência sobre São Paulo

   
Teve lugar, no dia 14 de janeiro, no Auditório da Faculdade de Ciências Sociais da Católica Braga, uma conferência subordinada ao tema «Ações penais e criminalização dos movimentos sociais de luta pela terra no Estado de São Paulo». A conferência foi proferida pelo Professor Adalmir Leonidio, professor associado do Departamento de Economia e Sociologia da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo.
    Promovido por uma pesquisa financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, este trabalho pretende mostrar como as ações penais movidas contra os movimentos sociais de luta pela terra no Estado de São Paulo têm sido usadas como instrumento político para criminalizar e fazer refluir a reforma agrária. A pesquisa trabalhou um total de 13 ações, em âmbito cível e criminal, perfazendo cerca de três mil páginas, além de 15 habeas corpus e agravos de instrumento, impetrados no Superior Tribunal de Justiça, a favor dos réus, e 11 liminares de reintegração de posse. Evidencia-se, com isso, a expansão do Estado penal no Brasil, assim como a enorme margem de discricionariedade do Estado para impor processos e sanções excecionais aos movimentos sociais.
 
[Início]



Seminário Turismo 2020

    Decorreu, no passado dia 15 de janeiro, na Aula Magna da Faculdade de Filosofia da Católica Braga, o Seminário «Turismo 2020 - Fundos Comunitários», organizado pelos alunos finalistas da Licenciatura em Turismo da Católica Braga.
    No evento estiveram presentes cerca de 400 participantes, que tiveram a oportunidade de ouvir o secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, referir que o novo quadro comunitário de apoio 2014-2020 constitui uma «excelente oportunidade» para o setor do turismo apostar na competitividade e na internacionalização. Apesar dos fundos «não serem uma varinha mágica», servem de alavanca para a criação de competitividade, continuando assim o nível de crescimento no setor que se tem vindo a verificar desde 2013. A ideia, segundo Mesquita Nunes, é «mitigar as assimetrias regionais», orientando grande parte do investimento para regiões menos desenvolvidas.
    Na sessão de abertura do evento, o Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga, lembrou que a questão do turismo religioso e do património é uma oportunidade que não pode desperdiçada, em particular na região do Minho.
    Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, quer mais financiamento para eventos relevantes na valorização e na promoção turística do concelho. Segundo o presidente, Braga está a apostar seriamente no turismo, por considerar que possui atrativos diversificados que podem afirmar a cidade como um destino a visitar.
    O seminário contou ainda com a presença de João Cotrim de Figueiredo, Presidente do Turismo de Portugal, e dos diferentes presidentes de programas operacionais temáticos, entre os quais Rui Vinhas, Presidente do Programa para a Competitividade e Internacionalização, Domingos Lopes, Presidente do Programa Inclusão Social e Emprego, e Pedro Taborda, Presidente do Programa Capital Humano.
  
[Início]



Tomada de posse de Conselho de Direção

    Teve lugar, no dia 19 de janeiro, a tomada de posse do novo Conselho de Direção do Núcleo de Braga da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa.
    Com a presença da Reitora da Universidade Católica Portuguesa, Profª. Doutora Maria Glória Garcia, e do Diretor da Faculdade de Teologia, o Prof. Doutor João Loureço, a cerimónia serviu para dar continuidade ao mandato do Conselho de Direção, na sequência da tomada de posse do Diretor-adjunto de Braga, Prof. Doutor João Duque no passado dia 28 de novembro. Assim, é reconduzida a mesma equipa, tendo como assessores os docentes Maria Isabel Varanda, Joaquim Félix e João Alberto Correia e o secretário da Faculdade, Pe. António Cachadinha Alves.
    Nas palavras na Reitora, o facto de ser tratar de uma equipa já conhecida faz com a Universidade confie no seu trabalho e empenho, apostando na necessidade de fazer cumprir a missão Católica enquanto tal. Trata-se de uma «instituição que goza do estatuto de qualidade reforçada por se tratar da única universidade Católica», pelo que o desafio maior da Faculdade de Teologia será a qualificação do corpo docente e do desenvolvimento da investigação.
    João Duque reforçou o apoio da Arquidiocese de Braga neste trabalho, na pessoa de D. Jorge Ortiga, também presente na sessão. «Ainda que a Faculdade de Teologia tenha de viver com as suas dificuldades», destacou que «em Braga tem um papel de peso, tendo em conta o número reduzido de unidades de ensino existentes».
    Por sua vez, o Diretor da Faculdade realçou uma série de imperativos mais urgentes para a instituição, nomeadamente a valorização do diálogo entre a fé e a cultura em Portugal, a internacionalização e a investigação, tudo parte de um plano estratégico a apresentar à Conferência Episcopal em breve
    O evento decorreu na sala D. Eurico Dias Nogueira, na Faculdade de Teologia de Braga, e contou ainda com a presença dos Diretores das Faculdades de Filosofia e de Ciências Sociais, bem como de docentes e de funcionários da instituição. 

[Início]



Reunião do UNIJES

    Nos dias 22 e 23 de janeiro, o docente da Católica Braga José Silveira de Brito participou, no Campus Palmas Altas, Sevilha, da Universidade Loyola Andaluzia (www.uloyola.es), a mais recente universidade jesuítica em Espanha, na reunião anual do grupo UNIJES Ética das profissões - Federação de Centros Universitários da Companhia de Jesus em Espanha, estrutura a que a Faculdade de Filosofia de Braga pertence desde 2001.
    Na manhã do dia 22, reuniram os representantes dos diversos Centros para fazer o balanço das atividades do último ano letivo. De tarde, o Professor Ildefonso Camacho, SJ. fez uma exposição, seguida de debate, sobre o recente documento «“A Promoção da Justiça nas Universidades da Companhia” e a sua aplicação nas atividades de Ética das Profissões».
    No dia 23 foram analisadas as iniciativas acordadas na reunião do ano passado para o trabalho em comum do Grupo. Foi dada atenção especial às iniciativas para a formação contínua dos professores de Ética nos diferentes Centros e ao «Projeto de Investigação: Como avaliar as competências éticas. Avaliação do ponto de partida, do ponto de chegada, do processo».

[Início]



«Currículos, cartas de apresentação e entrevistas»

    No âmbito do trabalho desenvolvido pelo Gabinete de Empreendedorismo e Empregabilidade (GEE), a Católica Braga promoveu o workshop intitulado «Currículos, cartas de apresentação de entrevistas», que decorreu no dia 28 de janeiro, no Auditório do Campus Camões, Faculdade de Ciências Sociais.
    A iniciativa contou com a presença de cerca de duas dezenas de alunos, ex-alunos e outros interessados na temática. Ao longo da sessão foram abordadas questões como escrever cartas de apresentação e de candidatura espontânea, fazer um currículo, entre outras. Os presentes tiveram ainda oportunidade de conhecer melhor o funcionamento de uma entrevista, bem como dos testes psicotécnicos.
    Apresentado pelo FACes - Centro de Atendimento Psicológico e Formação Especializada da Católica Braga, o programa desta iniciativa teve como propósito dotar os interessados de ferramentas para enfrentar o mercado laboral e evoluir a nível profissional, pessoal e social, assentando na ideia da importância de preparar os alunos, o mais cedo possível, para o mercado de trabalho e todas as suas particularidades.
    A próxima atividade decorre no dia 25 de fevereiro, subordinada ao tema «Como potenciar a presença nas redes sociais». Outras temáticas a abordar são o Código do Trabalho, a criação de um negócio ou o trabalho no estrangeiro.

[Início]



Seminário sobre Orçamento de Estado 2015

    A GTI - Gestão, Tecnologia e Inovação, em colaboração com a Católica Braga, o Correio do Minho e o Diário do Minho assinaram um protocolo de cooperação através do qual pretendem apoiar as empresas da área de abrangência da região do Minho a criar emprego, receita, exportar e internacionalizar.
    Nesse sentido, promovem desde já a organização de um ciclo de seminários de cariz empresarial, a realizar mensalmente ao longo deste ano, e que têm como principais destinatários empresários, gestores e quadros dirigentes das organizações que desenvolvem a sua atividade económica nos distritos de Braga e de Viana do Castelo.
    Assim, o primeiro seminário realizou-se a 29 de janeiro, no Auditório da Faculdade de Ciências Sociais, e debruçou-se sobre uma análise ao Orçamento de Estado 2015: crescimento e criação de emprego e contou com a presença de Luísa Anacoreta Correia, da Católica do Porto, Manuel Caldeira Cabral, da Universidade do Minho, e Paulo Núncio, Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais.
    Segundo o Secretário de Estado, «precisamos de valorizar o que temos de bom e não nos deixarmos levar por pessimismos moderados». «Portugal é hoje um país equilibrado em termos orçamentais, com contas públicas em ordem, porque sem isso não nos conseguiríamos desenvolver», refere Paulo Núncio, destacando que «a economia está finalmente a crescer».
    Na sua intervenção sobre o Orçamento de Estado 2015, a Professora Anacoreta Correia destacou as alterações na legislação para as empresas, baseando a ideia no excessivo pagamento de impostos e ainda na Fiscalidade Verde.
    Por sua vez, o Professor Caldeira Cabral focou-se no chamado «Processo de Consolidação» da economia portuguesa, relatando as ideias pensadas no início da austeridade mas que depois não se vieram a confirmar, dando origem atualmente a uma consolidação mais lenta e moderada. «A sociedade portuguesa fez um importante esforço para resolver os problemas estruturais», afirma.

[Início]



Dia da Universidade Católica Portuguesa

    Assinalou-se, no dia 1 de fevereiro, o Dia Nacional da Universidade Católica Portuguesa (UCP). Para comemorar a data, o Senhor Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga, presidiu à Eucaristia, que teve lugar na Sé de Braga.
    Segundo o Arcebispo, a UCP é um empreendimento que deve exigir a atenção de todos os católicos, uma vez que «é necessário transformar a vida pela fé e responder a desafios» e é na Universidade que está a capacidade de transformação. «O Evangelho pressupõe que o ensino não se esgote nas salas de aula» e, como tal, «a UCP deve colocar-se ao serviço das pessoas e da sociedade, olhar a realidade e insuflar esperança».
    Ainda com base no argumento que a Igreja deve estar sempre a aprender e ser vivida no mundo real e não abstrato, D. Jorge Ortiga realça o trabalho da UCP neste caminho, pois o importante é «estar em tudo quanto é humano», «sendo capaz de chegar à sociedade».
    A temática deste ano do Dia da UCP versa sobre o lema «Alargar Horizontes», pelo que a Reitora da UCP, Prof.ª Doutora Maria da Glória Garcia, defende na sua mensagem que «uma Universidade, e por maior razão ainda uma Universidade Católica, tem de ser um grande laboratório para o presente». Nesse sentido, a Universidade Católica, «seguindo o desígnio apontado pelo Papa Francisco, quer estar “lá onde estão os desafios”, quer colocar-se sempre mais expressamente ao serviço das pessoas e da sociedade, porque só desse modo pode cumprir a sua vocação e missão». No fundo, o que se pretende é alargar horizontes, «não em direção ao abstrato, mas ao encontro do concreto», «com audácia de olhar a realidade nos olhos». 
    Assumindo que a aventura do conhecimento não é mais do que «uma paixão pela vida», «iluminada por novos horizontes de sentido», o papel da Universidade Católica não pode ser de espectador, mas sim de protagonista, não se pode colocar de fora nem das dificuldades nem das alegrias, investindo sempre na esperança, na ciência, na inovação, na ambição, na competência e no futuro.
    Contudo, admitindo que se trata de uma tarefa complicada e difícil de concretizar sem apoio, a Reitora da UCP afirma que é preciso «o interesse e a ajuda de todos, de maneira muito particular da Igreja portuguesa e das suas comunidades cristãs». É importante confiar na Universidade Católica e no seu projeto de excelência.
    Como em anos anteriores, o peditório efetuado nesta missa destina-se, em exclusivo, a apoiar alunos carenciados da Faculdade de Teologia através de bolsas de estudo.

[Início]




Notícias / Vai Acontecer


Mostras pedagógicas - 5 fevereiro

    A Católica Braga aposta cada vez mais e melhor na divulgação da sua oferta formativa, com vista a facultar, da forma mais alargada possível, informações sobre as alternativas educativas existentes. Nesse sentido, a disponibilidade para esclarecer as dúvidas dos jovens e adolescentes que procuram alguma orientação é total, tentando sempre responder às suas preocupações, inerentes a um momento muito importante e que diz respeito à sua escolha vocacional.
    Portanto, a Católica Braga estará presente na Escola Secundária Alcaides de Faria, em Barcelos, no dia 5 de fevereiro.

[Início]



Seminário Católica Porto Business School - 10 fevereiro

    No âmbito da formação executiva, disponibilizada este ano na Católica Braga, decorre, no dia 10 de fevereiro, às 18h00, no Auditório da Faculdade de Ciências Sociais, um novo seminário relacionado com áreas de marketing, gestão, economia e finanças.
    A Católica Braga associa-se este ano à Católica Porto Business School, no sentido de disponibilizar em Braga uma série de cursos direcionados para a Formação de Executivos, com destaque para as áreas de Gestão, Marketing e Finanças, entre outras. As formações executivas a serem lecionadas na Católica Braga são: Curso Geral de Gestão, Finanças para Não Financeiros, Marketing and Sales Intelligence e Mini MBA. A aposta numa escola de negócios fortemente posicionada no mercado nacional e internacional, como a Católica Porto Business School, pretende dar resposta a uma realidade empresarial que exige a formação de especialistas, dotados de elevado conhecimento técnico e da capacidade de transformarem conhecimento em ações concretas que façam a diferença no dia-a-dia das empresas.
    As candidaturas aos cursos estão já abertas e as vagas são limitadas. Para mais informações consultar www.braga.ucp.pt

[Início]



Seminário sobre Direito do Trabalho - 11 fevereiro

   A GTI, em colaboração com a Católica Braga, promove um seminário subordinado ao tema «Atualização em Direito do Trabalho», que decorre no dia 11 de fevereiro, às 16h00, no Auditório da Faculdade de Ciências Sociais.
   O objetivo desta iniciativa consiste em dotar os participantes de conhecimento estruturado e de aplicação prática das principais e mais recentes alterações ao Código do Trabalho. Entre os oradores presentes estarão as advogadas Conceição Soares e Susana Fernandes Costa.
    A participação é gratuita e inclui certificado de presença. Mais informações em www.gti.pt.   

[Início]



Mini MBA - 13 fevereiro

    O Mini MBA é a segunda formação a arrancar da escola de negócios da Católica Braga, desenvolvida numa parceria com a Católica Porto Business School, tendo início sexta-feira, dia 13 de fevereiro.
    No primeiro de aulas, a turma vai ser acolhida na Faculdade de Ciências Sociais pelo diretor do curso, o Prof. Doutor Álvaro Nascimento, bem como pelo Presidente da Católica Braga, Prof. Doutor João Duque.
    O Mini MBA é um programa de formação executiva de curta duração, estruturado em torno de um conjunto de seis módulos, que proporciona uma visão completa e integrada da empresa. Tem por missão contribuir para o desenvolvimento de competências pessoais, para a modernização organizacional e, acompanhando as tendências inovadoras mais recentes, reforçar ganhos de produtividade por via de melhorias na estrutura de governo empresarial. É um programa de imersão, no qual os participantes são afastados do seu ambiente normal de trabalho para frequentar cada um dos módulos específicos. Cada módulo funciona de forma intensiva, em moldes altamente pragmáticos.
    O Mini MBA tem como destinatários, muito especialmente, indivíduos que desempenham cargos de responsabilidade nas empresas - seja integrados em equipas diretivas ou técnicas. Na medida em que se enfatizam as competências profissionais dos participantes, não é requerido o grau de licenciatura aos candidatos. Esta ação valoriza, particularmente, a experiência profissional e a integração dos participantes num ambiente empresarial dinâmico e aberto à mudança.
    Com esta iniciativa, a Católica Braga pretende proporcionar um conjunto de cursos executivos com vista a combater a falta de oportunidades de formação avançada para executivos no Minho. Esta aposta permite aos empresários alargar horizontes e expandir o seu conhecimento em diversas áreas através de formações de topo.
    Para mais informações consultar www.braga.ucp.pt

[Início]



Semana de Estudos Teológicos - 23-26 fevereiro

   O Auditório Vita acolhe, entre os dias 23 e 26 de fevereiro, a XXIII Semana de Estudos Teológicos, organizada pelo Núcleo de Braga da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, subordinada ao tema «Tópicos de Doutrina Social da Igreja para os dias de hoje». À exceção da sessão de abertura no primeiro dia às 21h, as atividades decorrem todos os dias às 21h30. A entrada no evento é livre.
    À semelhança do ocorrido em edições anteriores, trata-se de uma iniciativa que conta com a presença de conferencistas nacionais e internacionais, com o objetivo de debater a doutrina social desenvolvida pela Igreja nos dias de hoje.
    O primeiro dia de trabalhos conta com a conferência intitulada «Os desafios sociais da globalização», proferida por Elena Lasida, do Instituto Católico de Paris.
    No dia 24 de fevereiro, debate-se o tema «O trabalho em tempos de desemprego», com a presença de Manuel Carvalho da Silva e António Marques.
    «A solidariedade social como rosto da caridade» é o tema apresentado no dia 25 de fevereiro por Roberto Rosmaninho Mariz.
    Finalmente, no último dia, João Duque apresenta «Para uma política da responsabilidade», seguindo-se o encerramento da semana.
    A Semana de Estudos Teológicos, evento anual da Faculdade de Teologia de Braga que vai já na sua XXIII edição consecutiva, promove desta forma vários dias de debate e de reflexão, nos quais se colocam questões relevantes sobre vida, identidade e inspiração.
    Mais informações em www.facteo.braga.ucp.pt

[Início]



«Como potenciar a presença nas redes sociais» - 25 fevereiro

     No âmbito do trabalho desenvolvido pelo Gabinete de Empreendedorismo e Empregabilidade (GEE) da Católica Braga, tem lugar, no próximo dia 25 de fevereiro, quarta-feira, às 14h30, no Laboratório de Informática (Campus Camões, Faculdade de Ciências Sociais), o seminário intitulado «Como potenciar a presença nas redes sociais», apresentado pelo professor Francisco Restivo.
    O programa desta iniciativa é destinado, principalmente, a finalistas, mas também a outros alunos e ex-alunos, no sentido de saber como enfrentar o mercado laboral e evoluir a nível profissional, pessoal e social. Os participantes ficarão a saber como potenciar, a nível profissional, a sua presença nas redes sociais, tendo em conta que hoje em dia estas tratam-se de instrumentos sem os quais dificilmente se consegue passar. Apesar disso, é importante perceber a visibilidade que trazem e canalizar isso para benefícios, e não prejuízos, de âmbito profissional. Os alunos especialmente devem preparar-se, o mais cedo possível, para o mercado de trabalho e todas as suas particularidades.
    Trata-se aqui da segunda atividade de um ciclo de atividades direcionado especialmente para alunos e ex-alunos da Católica Braga, no sentido de os auxiliar na entrada para o mercado de trabalho. Próximas atividades contam abordar temas tais como «Código do Trabalho: direitos e deveres».

[Início]



Seminário sobre Portugal 2020 - 27 fevereiro

   A GTI - Gestão, Tecnologia e Inovação, em colaboração com a Católica Braga, o Correio do Minho e o Diário do Minho assinaram um protocolo de cooperação através do qual pretendem apoiar as empresas da área de abrangência da região do Minho a criar emprego, receita, exportar e internacionalizar.
    Nesse sentido, promovem desde já a organização de um ciclo de seminários de cariz empresarial, a realizar mensalmente ao longo deste ano, e que têm como principais destinatários empresários, gestores e quadros dirigentes das organizações que desenvolvem a sua atividade económica nos distritos de Braga e de Viana do Castelo.
    Assim, o próximo seminário realiza-se a 27 de fevereiro, no Auditório da Faculdade de Ciências Sociais, e debruça-se sobre o tema «Formação Profissional no Portugal 2020 – Desafios e Oportunidades» e conta com a presença de Octávio de Oliveira, Secretário de Estado do Emprego.

[Início]



Docente participa em convénio litúrgico internacional

  

    A XIII Conferência Litúrgica Internacional de Bose, Itália, tem lugar nos dias 4, 5 e 6 de junho e conta com a presença de Joaquim Augusto Félix de Carvalho, docente da Faculdade de Teologia da Católica Braga e membro da equipa formadora do Seminário Conciliar de S. Pedro e S. Paulo (Braga). A palestra do Professor intitula-se «Una metafora dell’eternità: la cappella Árvore da Vida (Seminário Conciliar de São Pedro e São Paulo, Braga)» e será apresentada no dia 5, sexta-feira, da parte da tarde.
    Subordinada ao tema «Arquiteturas de luz - arte, espaço, liturgia», esta conferência é organizada pelo Mosteiro de Bose, em colaboração com o Escritório Nacional de Património Cultural Eclesiástico da Conferência Episcopal Italiana. Destina-se principalmente a arquitetos, artistas, teólogos, liturgistas e profissionais no campo da arte e da cultura.
    Considerando que, no espaço e na arquitetura litúrgicos, a luz tem o valor de um símbolo, pois, não só executa funções essenciais, como se constitui como um objeto em si, arquitetos e artistas têm a dupla tarefa de imaginar luz e design de luz aquando o envolvimento em edifícios religiosos. Em suma, esta iniciativa tem como objetivo abordar a questão do papel da luz no espaço litúrgico, pelo que, entre os palestrantes, estão arquitetos, teólogos, historiadores de arte e de arquitetura de diferentes países europeus.
    Bose é uma comunidade monástica de homens e mulheres provenientes de igrejas cristãs diversas, que procuram Deus no celibato, na vida fraterna e na obediência ao Evangelho. A comunidade nasceu em 1965 e vive com base na simplicidade, funcionando também como um lugar de acolhimento e de retiro para aqueles que procuram a oração e a vida de reflexão e de colóquios sobre os desafios e problemas do mundo e da Igreja.
    Mais informações em www.monasterodibose.it.

[Início]





Notícias / Acontece


Candidaturas SOPHIA +50 anos

    Estão abertas as pré-inscrições para o novo plano de formação para maiores de 50 anos, promovido pela Católica Braga, intitulado Programa SOPHIA. Trata-se de um curso de extensão universitária, destinado a pessoas com mais de 50 anos, sendo essencialmente uma formação universitária informal, que não confere grau académico e, por isso, sem exigência de avaliação. As pré-inscrições devem ser feitas online, através de www.braga.ucp.pt, até ao próximo dia 15 de fevereiro. As entrevistas de seleção feitas a posteriori decorrem entre 16 e 20 de fevereiro.
    Com este programa inovador, a Católica Braga procura ir ao encontro das necessidades da comunidade em que exerce a sua atividade e, com isso, dar expressão plena ao conceito de formação ao longo da vida. Com efeito, o programa SOPHIA é um incentivo à vontade de continuar a aprender e a refletir sobre o mundo e sobre a vida, numa atitude de constante abertura à compreensão dos seus mistérios, favorecendo uma atualização contínua, a par dos principais progressos da ciência. Nesse contexto, esta formação é um desafio a uma redescoberta de um sentido para a realização plena, a partir da experiência e do percurso pessoal.
    Assim, este curso está estruturado em quatro semestres letivos, três dias por semana, com três horas, em regime diurno ou pós-laboral (a definir oportunamente), num total de nove horas semanais. As unidades curriculares congregam o conhecimento de diferentes áreas do saber representativas da Católica Braga, tais como Teologia, Filosofia, Literatura, Artes, Psicologia e Ciências Sociais, num apelo à partilha e crescimento, em ambiente próximo do desenvolvimento integral da pessoa humana.
    Além das unidades curriculares, o programa SOPHIA dispõe de outro tipo de atividades, tais como conferências, visitas culturais e institucionais, sessões de cinema e de teatro, audições musicais, entre outras, numa agenda extracurricular diversificada e cuja planificação depende dos interesses manifestados pelos alunos.

[Início]



Candidaturas ERASMUS

    A Universidade Católica vai submeter, no próximo mês de março, a sua candidatura a Mobilidades Individuais Erasmus+ para 2015/16. Esta candidatura consiste essencialmente numa previsão dos números relativos a estudantes, docentes e pessoal não docente a enviar nas diversas modalidades da mobilidade Erasmus+, que são SMS (mobilidade de estudantes para estudos); SMP (mobilidade de estudantes para estágios); STA (mobilidade de docentes para missões de ensino); STT(mobilidade de pessoal (docente e não docente) para formação numa instituição de ensino superior ou numa empresa, mediante um programa de trabalho previamente definido).
    Os interessados deverão preencher os ficheiros das fichas de pré-inscrição e inscrição, disponíveis em www.braga.ucp.pt, e enviar para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.,  ou entregar diretamente no Gabinete de Projetos e Desenvolvimento (Campus Camões), ao cuidado de António Calheiros, até ao final do dia 25 de fevereiro.

[Início]



Universidade Católica distinguida como «Marca que Marca 2014»

    A Universidade Católica foi distinguida, pela 3ª vez, como «Marca que Marca» na categoria de Universidades e outros Institutos de Ensino Superior, no âmbito da 5ª edição do estudo nacional de notoriedade da QSP - Consultoria de Marketing, para o guia «Marcas que Marcam».
    São 80 as marcas que integram o ranking de notoriedade espontânea do estudo «Marca que Marca».
    Numa primeira fase deste estudo, foi selecionado um conjunto de 80 categorias num universo de 11.300 designações de produtos e/ou serviços. Numa segunda fase, foi levada a cabo uma pesquisa quantitativa, junto do público em geral, com idade igual ou superior a 15 anos, através de entrevistas presenciais. A notoriedade espontânea foi determinante para apurar as marcas vencedoras.
    As marcas mais mencionadas em cada categoria de produtos/serviços fazem agora parte do guia «Marcas que Marcam», que contém as 1.500 marcas com maior notoriedade espontânea nos vários setores de atividade.

[Início]



FACes promove programa de adaptação sobre sexualidade

    No decorrer deste ano letivo, o FACes (Centro de Atendimento Psicológico e Formação Especializada) terá à disposição dos lares de infância e juventude de Braga um programa psicoeducativo sobre sexualidade para adolescentes, a realizar-se nas instalações do mesmo centro.
    Tal como tem sido habitual, o FACes impulsiona um conjunto de atividades que visam o bem-estar da comunidade envolvente. O Programa de Adaptação Psicoeducativo sobre Sexualidade é mais uma iniciativa que a equipa de docentes e psicólogos da Faculdade de Filosofia da Católica Braga têm ao dispor dos lares de infância e juventude de Braga, sendo a escolha dos grupos dos jovens participantes feita pelas instituições que pretendam participar. Atualmente, o FACes já está a oferecer este programa a algumas jovens e, por considerar um tema bastante pertinente, pretende expandi-lo de forma a que mais jovens tenham acesso a informação importante e de qualidade.
    Este é mais um dos programas pilotos para o FACes e a sua implementação pretende fomentar o autoconhecimento, o (re)conhecimento de emoções e sentimentos, para além de sensibilizar quer para a importância de relacionamentos amorosos saudáveis, através da promoção de estilos de comunicação, quer para os riscos dos diferentes tipos de violência no namoro.
    Com o programa tenta-se promover a prevenção de comportamentos sexuais de risco e fomentar a importância do estabelecimento de relações amorosas e sexuais saudáveis e positivas, com o principal objetivo de potenciar o desenvolvimento positivo e ajustado destes jovens e dos seus projetos de vida.
    Sendo mais uma iniciativa de suporte social, tende a contribuir para a construção do conhecimento dos jovens ou adolescentes de forma a proporcionar-lhes o desenvolvimento do espírito crítico fase a relações.

[Início]



Nova pós-graduação em Direito Matrimonial

    Numa procura pela ampliação e pela diversificação da oferta formativa, o núcleo de Braga da Faculdade de Teologia da Universidade Católica organiza, para o próximo ano letivo, o curso de pós-graduação em Direito Matrimonial Canónico.
    Os objetivos deste novo curso consistem em fornecer conhecimentos básicos de Direito Canónico, que permitam aos finalizados acompanhar ou encaminhar processos jurídicos canónicos relacionados com o matrimónio, nomeadamente no âmbito da eventual nulidade. Nesse sentido, a pós-graduação em Direito Matrimonial Canónico dirige-se, essencialmente, a licenciados (ou equivalente) em Direito ou em Teologia.
    O plano de estudos aborda áreas como o direito, o consentimento matrimonial, a dispensa e a nulidade do matrimónio, entre outras abordagens, num total de 156 horas letivas. Esta formação especializada é ainda dotada de um corpo docente de excelência, especialista, estudioso e investigador da matéria em causa, constituído por nomes como Federica Dotti, Manuel Saturino da Costa Gomes, Mário Rui de Oliveira, Manuel Fernando de Sousa e Silva, Elisa Maria Rodrigues de Araújo e Catarina Alexandra Salgado Gonçalves.
    O curso decorre de outubro de 2014 a julho de 2015. Para mais informações e/ou inscrições, contactar a Secretaria da Faculdade através do número 253206111 ou do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

[Início]



Formação para professores à distância

    O Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua aprovou 29 cursos de Formação Contínua de Professores em Regime de e-Learning, propostos pela Faculdade de Ciências Sociais da Católica Braga.
    Os cursos, com a duração de 25 horas cada, são lecionados integralmente à distância, recorrendo às tecnologias de informação e comunicação. Apenas a avaliação é obrigatoriamente feita de forma presencial, no final de cada curso, estando assegurada a sua realização em diferentes locais do país, de modo a proporcionar uma solução de proximidade aos docentes do ensino básico e secundário que frequentem estas ações de formação.
    Os vários cursos propostos abrangem diversas áreas, estando disponíveis ações de formação para todos os grupos de docência.

[Início]



Mestrados para Licenciados em Ensino «Pré-Bolonha»

    Estão abertas as candidaturas para os mestrados em Ciências de Educação, com vantagens para os licenciados em ensino pré-bolonha. Em conformidade com a recomendação de 8 de janeiro de 2011, do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, a Universidade Católica - Braga instituiu condições específicas para a obtenção, num só ano, do grau de Mestre.
    No que diz respeito aos Mestrados em Ciências da Educação, os licenciados em Ensino no sistema pré-Bolonha, que apresentem cinco ou mais anos de experiência profissional relevante, poderão aceder ao grau de Mestre em Ciências da Educação, nas variantes de Administração e Organização Escolar e Educação Especial, completando a sua formação com um determinado número de créditos, conforme a sua opção.
    Para mais informações consultar www.braga.ucp.pt
 
[Início]


Pós-graduações na Faculdade de Filosofia

    Estão abertas as pré-inscrições para os novos programas de formação avançada da Faculdade de Filosofia: Master em Comunicação Empresarial, Pós-graduação em Psicologia Forense e Criminal e Pós-graduação em Novos Serviços de Psicologia. Ainda que não constituam mestrados, estes cursos encontram-se estruturados em termos de unidades curriculares e de ECTS para poderem vir a ser considerados como parte curricular de um mestrado nas áreas.
    Para mais informações consultar www.facfil.braga.ucp.pt


[Início]


Pós-graduações na Faculdade de Ciências Sociais

    Estão abertas as pré-inscrições para os novos programas de formação avançada da Faculdade de Ciências Sociais, ou seja, para as pós-graduações em História da Saúde, História da Assistência, História Cultural Autárquica, História Local, Património Cultural e Religioso, Turismo Cultural e Religioso, Segurança, Crime e Sociedade, Segurança da Informação, Criminalidade e Reinserção Social, Saúde, Cultura e Sociedade, Saúde, Ambiente e Território, Termalismo, Saúde e Turismo, TIC na Saúde, TIC na Educação, TIC no Serviço Social e Administração e Gestão do Turismo.
    Para mais informações consultar www.facis.braga.ucp.pt


[Início]


Voluntariado Pastoral

    A Pastoral Universitária, em colaboração com a Universidade Católica - Braga, encontra-se a desenvolver um programa de voluntariado em que pretende reunir interessados em colaborar neste tipo de iniciativas. Para participar, é apenas necessário preencher a ficha de inscrição e enviar por e-mail ou entregar na Receção do Centro Regional de Braga. Desde já agradecemos toda a contribuição que for dada a esta iniciativa.

[Início]


Projeto Periscópio

    No âmbito de uma parceria entre a Rádio FF, rádio da Faculdade de Filosofia da Universidade Católica - Braga (UCP Braga), e o Diário do Minho (DM), surgiu o projeto Periscópio, que consiste em divulgar entrevistas a individualidades de reconhecido mérito académico, através de um programa de rádio e de um espaço de entrevista no jornal.
    O objetivo da iniciativa passa naturalmente pela publicação de vários assuntos de relevo para a UCP Braga, bem como dos instrumentos de comunicação disponíveis na Universidade, no sentido de, por um lado, enriquecer o DM enquanto um periódico de elevado valor cultural para a região, e, por outro, projetar o trabalho e as atividades da UCP Braga e da Faculdade de Filosofia.
    O programa de rádio é emitido on-line (www.facfil.braga.ucp.pt) às quartas-feiras e aos sábados e a mesma entrevista é publicada no DM às segundas-feiras.


[Início]



Atividades de Docentes

   
    Álvaro Balsas
    «Ciência e Religião». Palestra no Rómulo - Centro de Ciência Viva da Universidade de Coimbra, Departamento de Física, Universidade de Coimbra, 22 de janeiro de 2015.


    Eduardo Duque
    «Perceptions of participants and residents of the impacts of the Braga 2012 European Youth Capital». Comunicação nas IV Jornadas Iberoamericanas sobre Recursos Humanos y Responsabilidad Social, Universidade da Corunha, Espanha, 4, 5 e 6 de fevereiro.


[Início]



Cursos


   
Formação para Executivos - Finanças para Não Financeiros

    Uma parceria entre a Católica Porto Business School e Católica Braga proporciona este ano um conjunto de cursos executivos, conferências, e seminários, com vista a combater a falta de oportunidades de formação avançada para executivos no Minho. Esta nova Escola de Negócios leciona os seus cursos no Campus Camões da Católica Braga.
    A aposta na Formação para Executivos dinamiza assim a apresentação de quatro cursos, nas áreas da Gestão, Marketing e Finanças, com candidaturas já a decorrer para todos eles: Mini MBA, Curso Geral de Gestão, Marketing & Sales Intelligence e em Finanças para Não Financeiros. Esta aposta no ensino executivo permite aos empresários alargar horizontes e expandir o seu conhecimento em diversas áreas através de formações de topo.
    A próxima formação a arrancar é o curso executivo de Finanças para Não Financeiros, que tem por finalidade apresentar os fundamentos da contabilidade financeira e da contabilidade de gestão enquanto ferramentas essenciais à gestão, sobretudo no que se refere à sua utilidade para acompanhar o desempenho empresarial e assistir a tomada de decisão.
    Pretende-se com este programa que os participantes sejam capazes de compreender e distinguir entre os conceitos de lucro e de valor, bem como compreender as peças contabilísticas relacionadas com o reporte financeiro. O balanço e a demonstração de resultados, a par com outros mapas contabilísticos e financeiros, são instrumentos indispensáveis para acompanhar a performance dos negócios, nomeadamente nas componentes de receitas, custos e rentabilidade. Ao mesmo tempo, permitem analisar criticamente o impacto financeiro da opções estratégicas tomadas sobre a performance e o valor da empresa, como seja a avaliação do mérito das oportunidades de investimento que se colocam. Os vários tópicos abordados neste curso permitem a um gestor sem experiência financeira revisitar e adquirir conhecimentos essenciais ao controlo de gestão e suportar a tomada de decisão.
    Esta formação destina-se a todos os gestores que necessitam de ferramentas de análise para tomar decisões de gestão e avaliar oportunidades de investimento. É também um curso adequado para empreendedores, analistas financeiros e profissionais liberais, que queiram conhecer e saber utilizar a informação financeira para a gestão dos negócios.
    De acordo com o coordenador do curso, Professor Doutor Álvaro Nascimento, é hoje indispensável encontrar soluções que permitam a continuidade e o crescimento dos negócios, minimizando os custos associados à componente financeira e fiscal, eliminando riscos e reduzindo a incerteza que derivam dos mercados financeiros. Este curso executivo em finanças interessa a um espetro alargado de destinatários, desde aqueles que são completamente novos nestas temáticas e que podem iniciar-se nas matérias financeiras com uma formação de «finanças para não financeiros», até àqueles que procuram formações avançadas, direcionados para explorar em maior detalhe e profundidade os temas da avaliação e dos investimentos, ou da gestão financeira empresarial, permitindo ao gestor realizar melhores negócios e, sobretudo, otimizar estratégias de mitigação e controlo de riscos. Os cursos executivos em finanças são, por isso, adequados para gestores e colaboradores de empresas, ou empreendedores e criadores do seu próprio negócio.
    Os que procuram um reconhecimento de competências especializadas em finanças podem combinar várias ofertas e desenhar um percurso na área financeira que lhes permite obter um diploma de «Executive Master em Finanças», desde que completem com aproveitamento um total de 40 ECTS. Esta modularidade da oferta permite, além do mais, que cada participante escolha o percurso e os temas mais adequados às suas necessidades e interesses.
    O Curso Executivo de Finanças para Não Financeiros tem a duração de 40 horas (8h por semana) e decorre entre os meses de abril e maio, às sextas à tarde e sábados de manhã. Para mais informações e/ou inscrições consultar www.braga.ucp.pt
   

[Início]



____________________
Versão em PDF

 

 

APP SMART UCP Braga

 alt=
« Setembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30